terça-feira, 24 de março de 2009

Yes Man! (nota 7)

Esse é um filme bem Jim Carey e isso é algo que já faz com que ele seja legal. O timing dele para comédias continua impecável, e o argumento desse filme (ainda que lembre o mentiroso em alguns momentos) funciona bem. Bem na praia de Carrey, o filme é uma simpática e engraçada comédia com uma lição de moral no final...

Pontos positivos colocados, uma coisa que fica gritante ao ver Yes Man é que os tempos mudaram, especialmente para a comédia, e para Carrey. Na época de O mentiroso (auge de Carrey na comédia) o melhor que se tinha no gênero era ele mesmo. Desde então, a comédia mudou muito. Ficou mais despudorada, mais próxima dos anos 80. Os filmes politicamente errados de Jude Appatow (Ligeiramente Grávidos, Virgem de 40 anos, etc) são a marca dessa nova geração, e nesses dias de hoje, o estilo Carrey parece meio “old fashion”. Embora tenha gostado de Yes Man!, essa sensação ficou no ar.

Já Carey, que se revelou um excelente ator dramático desde O Mentiroso, devia persistir nesse caminho, que sem dúvida irá abrir mais portas há medida que ele for ficando mais velho. Sua atuação em Brilho Eterno ou Show de Truman é impecável, digna de um grande ator. Há obstáculos nessa trajetória, mas espero que ele os sobreponha e se estabilize como um grande ator, e não apenas como um grande comediante que umas vezes arrisca um drama.

Um comentário:

Felipe disse...

Eu daria nota 8 pra esse filme. Me divertiu bastante.