domingo, 8 de março de 2009

Um crime perfeito (nota5)

É engraçado como atores já consagrados quando vão ficando mais velhos acabam participando de filmes que não acrescentam em nada em suas carreiras, muito pelo contrário, ressaltam que não são mais os mesmos. Esse é o caso de um crime perfeito, no qual Anthony Hopkins interpreta um homem acusado pelo assassinato da mulher, mas ele é tão esperto, tão esperto, que os policiais penam para incriminá-lo (Dã é pouco...rs).

O filme não é “inassistível” (essa palavra vai acabar pegando!). Alguém que não conhece muito cinema pode até achá-lo bom (a minha mãe certamente ia gostar). Já quem conhece um pouco mais, vê que o filme consiste em uma série de clichês e situações um pouco forçadas... Difícil de engolir...

3 comentários:

Cris disse...

Jú.. assim num vale...

Post só com título num é post.. hahaha

Pára de ver o BBB e posta!!! =P

Bjus

Felipe disse...

huahuahuahua... é isso aí Cris, ela ficou bravinha por que perdeu um texto que estava escrevendo e largou esses posts sem nada... tbm estou enchendo o saco dela!!!

Cris disse...

Huahuaha essa é velha... mas se adequa à situação...

"Só Jesus salva..."